A importância do "deixar ir"

Estou sentindo como se estivesse me quebrando. Pouco a pouco. E eu não sei o que fazer!
É como se eu estivesse em um corredor escuro,sozinha,andando,implorando por ajuda,agoniada -não de dor,mas sim de medo-. E que,nesse corredor,toda vez que eu dou um passo á frente,é como se eu perdesse um pouco de mim...Da antiga eu. E não pudesse olhar para trás,e muito menos voltar para me encontrar. Lá,eu estou sozinha,desamparada e com medo. Mas sinto que preciso seguir enfrente...

E também foi nesse corredor onde eu entendi a necessidade de deixar ir. De me descobrir,de me reinventar,de me quebrar! Agora,eu sinto que eu mesma crio meus paradigmas,minhas regras...Minha essência. Então,resolvi deixar ir. Pessoas,coisas,sentimentos...

Desculpa se você foi uma dessas pessoas das quais eu "deixei pra trás". Mas,você sabe,não precisamos de nada que não nos acrescente! Desculpa se eu lhe ofendi. Mas é porque estava me sentido sufocada,senti que estava me persuadindo e me moldando por razões e pessoas erradas.
E se,por algum acaso,você me conheceu em um momento da vida,e hoje,estou em outro: não é pessoal,é só que,as pessoas mudam...Somos grandes e complexos demais para caber numa caixinha! :)

Agora,essa é a minha verdade. Sinto a necessidade de mudar, de terminar o corredor,de me quebrar. Pode doer e está doendo...E tudo bem,é tão necessário! É tão necessário aprender com os erros passados,aprender a lidar com os medos,com ansiedade,agonia...E o mais importante: nunca,deixar de acreditar no meu melhor. Seja ele qual for.

"Não estou mudando,só estou amadurecendo. Eu juro!"

Comentários

Postagens mais visitadas