Mil fases

Acho que nunca contei aqui,mas,sofro de ansiedade. E não,não é aquela ansiedade "boa" que você fica ansiosa para ir a uma festa por exemplo! O meu buraco é mais fundo. Graças a essa queridinha tenho tido umas crises que me deixam loucas desde do ano passado...E cada vez está ficando mais difícil de controlar. Sim,preciso procurar uma ajuda médica,porém fica difícil quando não se tem dinheiro!

E por muito tempo-digo muito tempo mesmo-,a escrita vem me ajudado muito. Desde que tinha 10 anos e começava a ler minhas poesias para minha mãe ou para quem quisesse lê-las (naquela época não tinha "vergonha" de ser me expor)! Não estou dizendo que escrevo bem,ou que sou muito boa nisso. Estou bem longe de ser,mas gosto de pensar que sou capaz.
Acredito que sou uma grande ferida aberta,e que a escrita é meu remédio. As vezes posso usá-lo com forma de "grito" quando tenho ou preciso gritar.

Acho que deixo bem claro em todos os meus textos que,sou insegura. Sofro por não me sentir suficiente. E em todos os sentidos que você possa imaginar. Sou insegura em achar que não mereço o melhor,sou insegura em achar que aquele cara é demais para mim,sou insegura em não me achar boa o suficiente para nada,e sou insegura até em achar que não consigo passar em um concurso público.

E por diversas vezes é uma luta que venho lutado sozinha,desde os meus 10 anos (mesma época que comecei a escrever,lembra?). Sou muito individualista,por vezes sou chamada de egoísta,e pode ser uma coisa ruim dependendo do seu ponto de vista! O lado bom de ser assim -pelo menos é o que eu acho-,é que não preciso envolver outras pessoas em minhas guerras internas. A gente nasce sozinha,e morre sozinha. É uma escolha sua ser sozinha ou viver sozinha.  Parece meio cético,mas convenhamos, é verídico!

Sou impulsiva,teimosa,quando teimo com algo não canso até conseguir. Porém,tenho o péssimo costume de mudar na frente de alguém. Abdico dos meus pensamentos e vontades só para não ser mal vista na frente de alguém! Se tem uma coisa que escuto desde que era criança é quem minhas palavras por vezes machucam,e eu sei disso. Então,fui aprendendo a engolir minhas vontades e pensamentos.

Não consigo me resumi em um só post,não consigo me resumi em palavras,mas posso tentar. E é isso que eu faço desde dos meus 10 anos.

Comentários

  1. Oi mônica, faz tempo que a gente não se fala...
    Então, realmente espero que todas nós (pessoas que sofremos desse terrível demônio, chamando ansiedade), possamos vencer isso, e ser curada.
    Te desejo tudo de bom!
    beijos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jennifer,quanto tempo!
      Muito obrigada pelas mensagens de apoio que tu vem me dando,obrigada,e espero que conseguimos passar por isso. Beijão♥

      Excluir

Postar um comentário

Obrigada por comentar! ♥

Postagens mais visitadas