Navegue no Blog

19/07/2017

Enjoy the view

O relógio marcava 17:00 horas, estávamos em mais uma daquelas festas bobas de final de semestre na faculdade. Jonathan era meu companheiro nessas festas ridículas, sempre nos encontrávamos nelas, apesar de cursar cursos diferentes...Ele era meu companheiro de breja e outras coisas que botassem na mesa. Nossas conversas eram tão intensas, ele me tirava da zona de conforto.

-Eu nunca amei. -Eu disse enquanto dava mais um gole na bebida.

Ele me olhou, surpreso, e estendeu o copo de whisky pra mim. Eu sorri e bebemos!

-Então, todos os homens aos quais você se relacionou, não era amor? Perguntou.

-Da minha parte...Não. Devo ser uma pessoa horrível por conta disso...

Na radio começou a tocar “Ride” da Lana Del Rey.

-Não acho, mas é ruim!

-Ruim? Perguntei.

-Sim, deve ser ruim nunca ter sentido como se seus ossos doessem por não estar com aquela pessoa. Deve ser ruim não poder se sentir transbordando de felicidade só por ter alguém ao seu lado. Deve ser ruim não ter amado. Deve ser ruim não se sentir desmontada só por um toque...

Mordi meus lábios e o olhei fixamente. Jonathan, tinha algo único! Tinha um olhar tão profundo e verdadeiro que me fazia viajar sem nenhum esforço. Me fazia sorrir de uma forma que só ele conseguia fazer...Amava a forma que ele transformava tudo em poesia...Ele era a poesia!

-E não é bom se sentir completa e maravilhada sozinha? Perguntei.

-Você é?

Ele me olhou fixamente. O sol estava se pondo, olhei ao redor e de repente lembrei que não estava só eu e ele. Estávamos em uma festa na piscina, e por ser no terraço o por do sol estava maravilhoso, “nunca tinha visto uma coisa tão linda” pensei. Voltei a olhar para Jon e percebi que o sol o deixava mais lindo “nunca tinha visto ele dessa forma”! Somos amigos a quase três meses, e nunca havia o visto dessa forma. “´É tudo questão de perspectiva” pensei.

-É tudo questão de perspectiva! Disse em voz alta.

Jonh deu mais um gole em seu whisky, e bufou.

-O que te impede? Perguntou.

-De que?

-De amar...

Tomei o último gole de whisky que havia em meu copo e dei de ombros.

-Medo? Perguntou.

-Não acho...

-Insegurança? Perguntou.

-De forma alguma.

-Então, o que? Perguntou.

-Talvez eu procure alguém que mesmo estando juntos me faça sentir livre. Não quero me sentir presa ao lado de alguém...Não quero que alguém esteja do meu lado porque me deve algo...Quero alguém do meu lado que mesmo que não me deva nada, me ame. E esteja ali por quê me ama. Só por isso.

Pela primeira vez em três meses consegui fazer Jon ficar em silêncio...Ele deu mais um gole, e sorriu. Ah, um sorriso que só ele sabia dar! Pôs os óculos em cima da mesa, se levantou, foi até o som e pôs Flawless” do The Neighbourhood para tocar -todos naquela festa já estavam bêbados e só tinha uns três na piscina, o que nos dava a oportunidade de colocar nossos indie's!-, e em menos de dois minutos estava de volta com uma garrafa de vinho.
Encheu os copos e me entregou um.

-Vem, tenho que te mostrar algo! Disse ele.

-O que?

Ele pegou minha mão, e fomos para um telhado! Jonh me ajudou a subir, ele se deitou e me puxou para deitar em seu peito. Eu podia ouvir sua respiração.

-O que estamos fazendo aqui? Perguntei.

Ainda dava para ouvir a música tocando, dessa vez era Fouth of July”  do Sufjan Stevens.

-Apreciando...

Peguei meu copo de vinho e dei um gole que acabou com ele, me engasguei e John deu uma risada.

-John...Obrigada!

-Agradeça a Deus. Disse ele.

-Obrigada Deus! Gritei.

Ele sorriu, e me abraçou. Eu nunca tinha visto John de outra forma além de um amigo, mas depois de tudo, ele era mais que aquilo! E eu tinha medo. Medo de estragar tudo, eu sempre estragava...

-John...

-Shhh, enjoy the view,baby!

Ele me abraçou e beijos meus cabelos, enquanto acariciava meus braços...E então, foi ali que eu percebi que estava amando!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar! ♥

♥Depois que fizer o comentário deixe o link do seu blog no final do comentário,irei fazer uma visitinha no seu blog!
♥Só aceito críticas construtivas.

Beijão ♥