Navegue no Blog

15/09/2017

Memórias dela.


Ele aparenta ser aquelas minas que escutam bossa à caminho da praia, que acordam cedo para ver o sol,estudam pro vestibular de medicina...E seus olhos? tão profundos quanto o oceano. Eles expressam sinceridade, claros, e ao mesmo tempo misteriosos...Só Deus sabe o que aqueles benditos olhos viram ou passaram na vida.

Seu corpo e sorriso mostram a sua jovialidade e força. Ela é tempestade e maré baixa,assim,tudo ao mesmo tempo!

As vezes me pergunto: o que me encantou nela?
Sua risada juvenil,seus cabelos tão loiros quanto o sol,ou seu gosto por café? Parceiro,nem eu sei.
"O cara que a tem deve chacoalhar bastante em seu barquinho nessas águas..." Era a única coisa que conseguia pensar olhando para ela,naquela sexta feira de manhã.

"-Pode me passar o guardanapo? Perguntou.

-Claro!

Ela havia derramado um pouco de café na camisa branca,provavelmente da escola. E tentava a todo custo tirar,sendo que só espalhava mais.
Foi ali que percebi que ela poderia ser atrapalhada!

-É só passar vinagre branco!
Eu disse,em um estalo,sem pensar muito.

Ela se virou pra mim, e soltou um sorriso tímido.

-Obrigada, é só minha camisa da escola...Só estou um pouco irritada porque acabei de lavar! Respondeu.

-Essas coisas acontecem! Com vinagre branco sai rapidinho,dica de minha mãe...

Ela deu outro sorriso,dessa vez mais caloroso que o outro.

-Mães sempre estão certas. Seguirei essa dica,obrigada!

-Me chamo Samuel,mas pode me chamar de Sam...Eu disse,estendendo minha mão direita para cumprimenta-la.

Ela deu outro sorriso, e apertou minha mão.

-Beatriz!"

Beatriz,um nome tão simples e ao mesmo tempo tão delicado,combinava com os grandes olhos castanhos dela. Posso dizer que cantaria para ela todos os dias antes de dormir,só para vê-la adormecendo em meus braços...Sua risada é algo que guardo na memória, e só de fechar meus olhos e imaginá-la sorrindo já me torna um cara sortudo!


09/09/2017

Desculpa,se eu não sou o SEU tipo de corpo!


Nunca me considerei a garota mais bonita da escola,ou da sala (até porquê,eu não sou). Porém,lembro que desde os meus sete anos já sofria uma certa "pressão" por ser magrela demais,o pior: por ser magrela,mas não ser alta e nem "bonita" para ser modelo. Eu não sabia no que fazer para ser como essas mulheres padrão que aparecem na TV,eu só sabia que tinha que ser como elas!
Os tempos foram se passando e começaram outras cobranças para ser mais "gostosa",desenvolver mais peito,mais bunda,ter as coxas mais grossas...

E não era só pressão dos outros,havia muito de mim naquele jogo mental que eu me envolvia. Pois tinha a ideia de que: se os outros acham isso de mim,é porque esta certo. E ali eu ficava,me comparando e pensando no que eu faria para chegar "até lá",sendo que o "lá" não existe.

Percebo que metade do que pensou/sou hoje é retrato do que eu ouvi no passado. Todas as minhas inseguranças,medos...São reflexos de coisas que eu ouvia com SETE FUCKING ANOS!
E,é triste saber que essa pressão sobre as pessoas (principalmente,mulheres) ainda existe. E muito!
Vou contar uma história que passei a alguns dias e me fez ficar bem triste,e até "desabafar'' nos stories do instagram,mas senti que não me expressei direito,então,resolvi escrever aqui:

Fiz a brincadeira do "Doritos" no meu status do whatsapp,e postei essa foto da esquerda nele! E alguns "amigos" meus me zoaram,falaram que eu era muito feia,seca...O que,confesso,me fez de alguma forma ficar mal!
Não pelo fato de eu ser "feia" na época,mas por saber que eles ainda fazem esse tipo de comentário sobre a aparência de alguém.

E fiquei pensando que são esses tipos de comentários que fazem algumas pessoas chegaram ao extremo,ou estregaram e saúde mental e física delas. São esses comentários que fazem pessoas como eu,se odiarem,odiaram cada parte do corpo delas. E eu simplesmente cansei...Cansei de engolir esses comentários e ficar quieta,só aceitar. Então,desculpa se eu não sou o SEU tipo de corpo! Porquê,graças a Deus,eu quero ser e SOU o MEU tipo de corpo.
Não sou seu padrãozinho,nunca vou ser,e graças a Deus por isso! Tenho estrias,tenho uma pancinha,também tenho pouca bunda,peitos pequenos...E tudo bem por isso. Sabe por que? Porque sou mulher,sou humana. E não a droga de um robo padrãozinho.



02/09/2017

Um breve resumo.

 O ano de 2017 esta passando voando,muitas coisas vem acontecendo. Não posso dizer que esta sendo ruim,mas um ano de aprendizado!
Conheci pessoas maravilhosas,e todos os dias meus limites são testados. Sinto que estou melhorando,ou pelo menos me esforçando.
Enfim,como faz tempo que não faço um bom resumo mensal,resolvi fazer esse. Meia tigela,mais um resumo!

Não que minha vida seja super interessante...Mas eu gosto desses resumos para ver o quanto eu cresci/mudei.
Agosto tem sido um mês longo,difícil,e exaustivo. Mais acredito que seja compensador,tenho testado os meus limites,desde paciência até a tolerância! Todos os dias alguma parte minha esta sendo testa,seja minha fé,minha força de vontade,meu comprometimento...E tudo bem não consegui vencer tudo,sem drama. Tenho aprendido a ouvir mais meu corpo e zelado mais pela MINHA sanidade,é sagrado.
Agosto também onde eu fui a minha primeira festa fantasia! Uma festa de 15 anos de uma amiga minha,que reuniu amigos que eu não via a mais de um ano. Com muita música,e dança. 
Fui de minnie (bem perceptível,né?),pois era a mais simples e barata.
 Passamos uns grandes perrengues pra chegar nessas festa,e pra voltar pra casa. Mas foi divertido,pois estávamos entre amigos! E quando se tem amigos a diversão é divertida.

~Gravei até no stories do insta algumas partes da festa e o nosso sufoco pra voltar pra casa,indico vocês me seguirem!😉~
 Apesar de o colégio e o curso ocuparem 80% do meu dia com trabalhos,aulas,provas...Estou tentando (com todas as minhas forças) manter uma rotina árdua de leitura. O livro que estou lendo agora é "Harry Potter e a Câmara Secreta" (sim,resolvi FINALMENTE ler a saga completa),o próximo será "Inferno" de Dan Brown.

E sobre música: voltei a ouvir Manu Gavassi,e o novo CD dela está bem ousado. Gostei muito! Indico vocês ouvirem ele completo. Minhas faixas favoritas foram: Hey; Perigo; Hipnose; Muito Muito e Me beija.

E a Demi está voltando amigos! Já lançou três músicas: Instruction,Sorry not Sorry, e agora Tell me you love me. É bem perceptível a mudança da Demi de 3 anos atrás,mas posso falar? Estou AMANDO.
O colégio tem sido bem puxado,um trabalho atrás do outro...Por exemplo,minha professora de literatura deu um "trabalho" pra gente fazer baseado em arcadismo. Teríamos que tirar uma foto arcadista (na natureza,minimalista),então,nós fomos a uma praça perto da nossa escola e tiramos as fotos!
Também sobre meu projeto de empreendedorismo: temos que montar um projeto e apresentar para banca. O mês de agosto foi o mês que montamos,organizamos e apresentamos para a pré-banca. Agora o mês de setembro será para por a mão na massa mesmo,e fazer o nosso projeto acontecer. Ou seja,será correria. Posso fazer um post -se quiserem-,contando mais sobre o nosso projeto.
Criei uma playlist no spotify com as músicas que mais estou ouvindo no momento:

É isso,esse foi meu mês de agosto. E o seu?!

Beijão,e see ya!



27/08/2017

Resenha: Um ano inesquecível


 Boa parte das minhas leituras desse ano estão empacadas,estou demorando mais que o normal para finalizar alguma leitura. Nunca gosto 100% de um livro,e geralmente termino só para não deixar aquela leitura parada,sabe?!

Enfim,porém hoje,eu finalmente trouxe a resenha de um livro que demorei mais de três meses para ler: Um ano inesquecível.
Dizem por aí que os melhores momentos da vida são vividos na adolescência. Os primeiros amores, os encontros, as festas, as viagens, as surpresas... E são sempre os instantes inesperados que transformam um dia comum em uma lembrança especial, daquelas que nunca deixarão de nos acompanhar.Este é um livro sobre esses momentos doces e sensíveis que não se apagam da memória tão facilmente. Quatro contos, em quatro estações do ano, sobre jovens que passam por vivências e sentimentos intensos. Paula Pimenta nos leva em uma viagem de inverno. Babi Dewet conta como um outono pode mudar tudo. Bruna Vieira mostra a paixão brotando com a primavera. E Thalita Rebouças narra um intenso amor de verão. Histórias de um ano inesquecível que vão ficar para sempre!
Para não ficar uma resenha tão embolada e superficial,resolvi contar o que achei das quatro histórias separadamente. O livro conta quatro histórias diferentes (como eu disse),que se passam em estações diferentes do ano -inverno,outono,primavera,verão-.
 Inverno (Enquanto a neve cair):
A primeira história se passa no inverno,e conta a história de Mabel,uma menina de 14 anos,e ela é "obrigada" a passar as férias de inverno com a família no Chile. E boa parte da história é ela fazendo birra por não ter consigo passar as férias com os amigos numa casa de praia,e ficando com a garoto que ela era apaixonada,mas cagava pra ela.

E é bem perceptível que é um infanto-juvenil,porém não amenizou minha irritação. A miga ta triste por passar as férias no Chile? Como assim? Só pra ficar atrás de um garoto que não esta nem ai pra ela?! Enfim,não entendi.
E a história gira em torno dela triste por causa disso...Até que no final rola um romance bem forçadinho. Enfim,é fofo,mas forçado,o que me irritou.

Outono (O som dos sentimentos):
Na história de outono,conheceremos Anna Júlia e João (ela 17,ele 19). Anna Júlia é uma boa filha,ótima aluna,só tira notas boas...E esta se preparando para passar na tão deseja (pelo seu pai) faculdade de direito. João é músico,e largou tudo para fazer faculdade em SP. 
Os dois se conhecem acidentalmente na avenida paulista perto do MASP,onde João toca violão para levantar uma grana para ajudar uma casa de caridade,e Anna indo para seu estágio em um escritório de advocacia. Os dois são totalmente o oposto,mais fofos!

Essa foi a história que eu mais gostei e me identifiquei. Tinha música,e foi um romance juvenil normal,gradual...Nada forçado. As vezes me identificava com Anna Júlia,pela sua vida amorosa,pela sua indecisão com o futuro...E as vezes com João,pelo seu amor pela música e sua força de vontade. Foi uma história bem gostosinha de se ler. 
Primavera (A matemática das flores):
Na primavera,conhecemos Jasmine,ela está no seu último ano do ensino médio,porém ainda tem problemas com a tão temida matemática. Onde precisa de ajuda,e seu professor,oferece ajuda apresentando um estudante de engenharia para lhe dar aulas de reforço! E por ai a história se desenvolve. Tem romance,barraco,choro...

A história é bem legalzinha,gostei bastante da escrita da Bruna Vieira,não é nada muito forçado,mesmo não me envolvendo tanto...Porém é singelo,e fofo.

Verão (Amor de Carnaval):
Thalita Rebouças foi minha escritora favorita de infanto juvenil,sempre gostei muito da forma como ela envolvia o leitor,e suas histórias...
E nessa história de verão,ela conta os dramas amorosos de Inhá; com o sonho de namorar um príncipe de Kaká e a sede por fama de Tati. 
A Inhá,encontrará um cara aparentemente bem legal em um camarote dos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro. E a partir daí os dois vivem um "amor" momentâneos de carnaval,sabe?! Porém,logo no dia seguinte,ela descobre que encontrou em uma furada. 

É divertido,engraçado e inusitado. Assim como todas as histórias da Thalita. 
 Algumas considerações: o livro é legal. Porém oscilou bastante. Não tinha um público alvo certo!
Porém é um bom livro para relaxar. Apesar de eu ter gostado de apenas de um conto...

Enfim,alguém já havia lido? Me contem o que acharam?!

Beijão,e see ya!


19/08/2017

Coisas legais para fazer no Rio de Janeiro por R$50

Que o Rio de Janeiro é uma cidade turística,niguém pode negar! Tem divesos pontos turísticos e fotográficos por aqui,e é uma das coisas que mais gosto por aqui,apesar de tudo.

Agora que estou tendo mais autonomia para sair e conhecer lugares mais longe de casa,estou aproveitando para sair com algumas amigas e irmã para conhecer alguns cantos do RJ que não conhecíamos,ou conhecíamos,mas não muito bem...Sendo que,temos a grana curta! Então,aproveitamos e usamos a criatividade.
Pensando nisso,resolvi vir aqui e listar alguns lugares que eu já conheci no Rio e que recomendo,e ah,gastando menos de 50 reais! Vou tentar sempre vir listar aqui.
 Fica localizado na zona norte do Rio,e é um parque enorme! Cheio de lugares lindos para fotografar,e aproveitar. O que mais gostei foi que tem vários bares,banheiros (pasmem: limpos),uma espécie de piscina (não sei explicar,mals),pista de skate,quadra,mesa de tênis...Dá até pra fazer um piquenique bem massa lá na grama,também é ótimo para caminhadas!
E ah,ficamos em um barzinho que tinha música ao vivo,e muito boa.

A entrada é grátis,fica ao lado do shopping de madureira,e tem muitos guardas municipais.
 Vou a Quinta desde que era criança. Antigamente havia zoológico lá,porém fechou por maus tratos aos animais (se não me engano),o que foi ótimo para os animais!
Também localizado na zona norte do RJ,é enorme,a entrada é gratuita,além de food trucks tem como fazer um bom piquenique...Tem o museu nacional que se não me engano a entrada inteira é R$6,00 (bem baratinho né?)!

A única coisa que recomendo é que vá aos finais de semana,e com um grupo de amigos! Porquê final tem mais policiamento,e durante a semana tem ocorrido fatos horríveis de assaltos por lá,infelizmente. Fora isso,é lindo!
 O jardim fica localizado na zona sul,tem uma variedade enorme de plantas,é lindo! E se você puder conhecer e ficar lá para assistir o pôr do sol...Vá. A entrada é R$15,00 a inteira,tem uma estufa muito linda cheia de espécies raras de plantas,e outras coisas,também é bastante tranquilo no quesito segurança! Gravei até um vídeo no dia em que eu fui:
Esses foram alguns dos lugares nos quais eu visitei,gostei e gastei bem poquinho! Acho que o que você mais gasta neles é a passagem e alimentação,se você for comer lá,claro.

Ah,já fiz diversos posts contando detalhes de alguns lugares que já conheci aqui no Rio de Janeiro: clique aqui.

Espero que tenham gosta,um beijo e see ya!